21 de novembro de 2010

Solomon Kane - O Caçador de demônios (Solomon Kane)!

> ‘Solomon Kane’, conta a história de um ‘padre’ que saía armado pela Europa por volta do século XVII com o intuito de matar qualquer demônio ou entidade mágica com poderes malignos que encontrasse. O personagem é criação do escritor de revistas pulp (histórias em quadrinhos que vieram antes dos super-heróis e eram mais voltadas para a fantasia) Robert E. Howard, mesmo criador de Conan e Red Sonja.
> O filme é basicamente o que foi descrito acima, existe a aparição de personagens por quem Solomon vai sentir afetivamente ligado e em determinado ponto terá que salvar um deles, é tudo bastante previsível, mas entretém. O filme é levado a sério pela produção e pelo diretor Michael J. Bassett – que aqui também é roteirista -, porém a escolha de alguns atores não ajudou no desenrolar do filme, não que os atores não sejam bons, apenas não desenvolveram seus personagens o suficiente ao ponto de se tornar algo ‘natural’.

> Mas, o maior defeito do filme, é a semelhança com ‘‘Van Helsing’’. Mais especificamente, com o filme de 2004 do diretor Stephen Sommers (“A Múmia” e “O Retorno da Múmia”). A ordem como os fatos acontecem, monstros (aqui no caso, demônios) que são destruídos (a maneira como são destruídos) e principalmente a semelhança entre James Purefoy (“Coração de Cavaleiro”, Resident Evil”), que interpreta Solomon, e Hugh Jackman, que viveu Van Helsing no cinema, em várias cenas faz parecer que “Solomon Kane” dependeu das idéias de “Van Helsing – O Caçador de Monstros” para acontecer.

> As idéias de efeitos em algumas cenas chegam a ser interessantes e outras bastante exageradas. O filme tem alguns pequenos erros de continuidade nas sequências de ação, porém não chega tirar a intensidade das cenas, é bem direto e mantém uma simplicidade na trama. Para um filme de gênero fantasia é uma ótima escolha. Até umas cenas depois do começo do filme, a impressão que temos é que vai ser um bom filme, mas quando chegamos à metade, ele se torna apenas mediano.
>De maneira geral, 'Solomon Kane' é um filme empenhado, mostra bastante esforço, mas é inexpressivo e não muito original.

0 comentários:

Postar um comentário