21 de julho de 2011

Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2 (Harry Potter and the Deathly Hallows: Part 2)!

> ‘Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2” mostra o trio de bruxos protagonistas tentando encontrar e destruir as ‘horcruxes’ (objetos que contém pedaços da alma do vilão Voldemort) e depois de muita espera a batalha final entre os bruxos. É tudo que se pode ser dito sem que se entregue o final do filme àqueles que ainda não o sabem. Poderia ser mais objetivo em minha síntese, não fosse a fraca distribuição de enredo que houve do filme anterior para esse. Gosto de comentar o filme anterior por que tudo que não houve naquele, está presente nesse.

> Tudo nesse filme saiu exatamente da maneira como deveria. Ainda virão alguns leitores dos livros e dirão que já houve filme com maiores semelhanças, mas como filme – falando pela saga cinematográfica – esse sim conseguiu mostrar tudo aquilo que se vem tentando desde o primeiro. ‘As Relíquias da Morte – Parte 2’ funciona do começo ao fim. Desde o início é perceptível o nível de ‘tensão’ que o filme terá, e esse simplesmente aumenta a cada segundo que se passa do filme. Falo do campo emocional do filme porque, em alguns dos filmes anteriores eu simplesmente não me envolvia com a história e achava de certa maneira tudo muito banal; mas a boa produção, a direção de David Yates e até mesmo as atuações deram a qualidade necessária para um final grandioso.

> Gosto sempre de dizer que assim que foi lançado, Harry Potter e todo seu universo não me envolviam nem um pouco. Achava os filmes bobos e os livros não me despertavam o menor interesse. Porém, quando assisti o trailer de ‘Harry Potter e a Ordem da Fênix’ prontamente me interessei por aquilo que estava vendo. O segredo, David Yates. Não desmerecendo os outros diretores que já comandaram os filmes do bruxo, mas Yates mostrou que acima de tudo ele compreendeu aquilo que Harry Potter buscava em um filme antes de fazê-lo. É notável o quanto os filmes cresceram desde que ele assumiu a direção, ele, de fato, deu a devida importância à saga no momento em que essa mais precisava de amadurecimento.

> Acredito que não exista nada mais a ser dito que já tenha sido feito. A trilha sonora e fotografia do filme estão mais uma vez espetaculares, assim como os efeitos visuais. Fico feliz em dizer que, depois de alguns erros e acertos, Harry Potter encerra sua saga em grande estilo e dessa vez sim, conseguiu cativar, impressionar e emocionar.

0 comentários:

Postar um comentário