31 de outubro de 2011

Hanna!

> Hanna (Saoirse Ronan) é uma garota que passou sua infância em uma parte gélida da Europa sendo treinada por seu pai Erik (Eric Bana) para desenvolver suas habilidades na caça, na luta e na sobrevivência, mesmo dormindo. Quando Hanna se vê pronta para seguir seu caminho sozinha, ela deverá usar tudo o que aprendeu para fugir de seu perigoso destino.

> Passam-se os trinta minutos iniciais do filme e ainda não se sabe qual a função de cada personagem no enredo, onde a história está se desenvolvendo a história e o que está acontecendo ali. Ao contrário de filmes em que muita informação é sinal de um mau desenvolvimento e de lentidão no ritmo, o diretor Joe Wright transforma tudo em misto de aventura, ação, espionagem, suspense e comprova que também sabe dirigir um bom thriller. Joe Wright trabalha bem com cores e iluminação que mudam bastante nas diferentes locações onde o filme se desenvolve, comparando dentro de seus respectivos limites, o filme chega a ser semelhante a uma graphic novel.


> Não me lembro de nenhum filme que com Saoirse Ronan e Cate Blanchett que não seja válido de ser assistido, Eric Bana tem seus altos e baixos, porém aqui o resultado final é algo no mínimo curiosamente excitante. As falhas do filme talvez estejam no mesmo fato de que ele é uma mistura de gêneros. O diretor conseguiu juntar no filme muito dos acertos dos gêneros citados e, também, alguns dos erros; pondo em uma “balança” não chega a ser algo que comprometa o bom entretenimento gerado pelas cenas de ação, diálogos objetivos e exageros agradáveis.

0 comentários:

Postar um comentário