6 de dezembro de 2011

Intriga Internacional (North by the Northwest)!

> Roger Thornhill (Cary Grant) é um publicitário que é seqüestrado por ser confundido com um agente secreto, e de repente passa a ser acusado até mesmo de assassinato. Ele então tentará provar sua inocência e meio a uma conspiração que é maior do que ele imaginava.

> Gosto, acima de tudo no filme, do fato de que não há cenas inúteis criadas apenas para “fazer volume” no filme, caso bem comum em muitos filmes de tema thriller-espionagem. Alfred Hitchcock dirige o filme de maneira ágil, com bastante ironia e faz um misto de vários gêneros resultando no seu próprio estilo de filme, instigante e hábil. A ironia é bem presente também no excelente roteiro de Ernest Lehman que é tão bem trabalhado e executado que se fosse uma obra literária talvez resultasse em um trabalho próximo aos de Sidney Sheldon, e talvez também fosse tão bem sucedido quanto o filme.

> Cary Grant consegue ser engraçado, sóbrio, misterioso e suspeito em cerca de 30 minutos de filme. Fotografia e direção de arte também ganham destaque, em uma época em que o cinema hollywoodiano estava experimentando novas técnicas de filmagem, as por esse utilizadas foram de bastante influência em filmes futuros. É um filme onde tudo corre de maneira bem organizada e é considerado por muitos até os dias de hoje como um dos melhores de Hitchcock.

0 comentários:

Postar um comentário