27 de abril de 2012

Os Vingadores - The Avengers (The Avengers)!


> Depois de muito tempo tentando o Capitão Nick Fury (Samuel L. Jackson) e a SHIELD conseguiram reunir o grupo com alguns dos maiores super-heróis da Terra com o propósito de combater ameaças intergalácticas, dentre elas está o perigoso e ardiloso Loki (Tom Hiddleston). Agora Thor (Chris Hemsworth), Capitão América (Chris Evans), Homem de Ferro (Robert Downey Jr.), Hulk (Mark Ruffalo), Gavião Arqueiro (Jeremy Renner) e Viúva Negra (Scarlett Johansson) terão que deixar os problemas e intrigas pessoais de lado para focarem nos males que podem causar danos irreparáveis no planeta.

> Desde que o personagem do Capitão Nick Fury apareceu em um featurette no final do fenomenal filme Homem de Ferro (2008) começou-se a especular se seria realmente possível a ideia de um filme sobre um dos maiores grupos de heróis dos quadrinhos; depois de muitos roteiros bem costurados fazendo as necessárias  ligações, em 2010 o elenco se reuniu na Comic-Con de San Diego para afirmar que sairia um filme para a alegria e tensão de muitos fãs de quadrinhos. Joss Whedon é um diretor/roteirista bastante habilidoso e já trabalhou com os mais diferentes tipos de mídias nos mais diferentes filmes e seriados que se pode imaginar e, essa carga cultural, trouxe um estilo único para o filme. Desde o início, Whedon sempre se mostrou bastante preocupado em não alterar os existentes universos dos quadrinhos e nem os filmes anteriores, e acima de tudo, se mostrou um bom pesquisador e conhecedor dos materiais da Marvel Comics. Tudo é muito bem conectado e estruturado e o resultado é um grupo que passeia pelos terrenos dos Vingadores dos quadrinhos da década de 60 e dos Supremos sem danificar nenhum deles.

> O filme é um espetáculo, lindo. Tudo é muito bem equilibrado no sentido de que nenhum dos heróis presentes tem mais momentos marcantes que outros, até mesmo Viúva-Negra e Gavião Arqueiro, que não têm filmes particulares, têm momentos de destaque. Os efeitos são super competentes, a trilha sonora é frenética e inquietante, tudo é trabalhado na mais perfeita sincronia para envolver o espectador na trama. Não há se quer uma batalha que seja inútil ou facilmente esquecida, todas elas são grandes momentos que vão aumentando o ritmo gradativamente até a épica conclusão de encher os olhos. O filme não força a humanização de nenhum personagem graças ao dom do carisma que os personagens da Marvel têm que os assemelha aos meros humanos, diferentes dos “heróis-robôs” da DC.


> É literalmente, um sonho realizado para qualquer fã de quadrinhos. Notável, espetacular e de longe o filme-evento do ano. O casamento perfeito entre a nona e a sétima arte, desde Homem-Aranha 2 (2004) não se via um filme de herói desse nível; é um filme que eleva os padrões, não só para os seis Vingadores individualmente, mas para todos os outros filmes de heróis que ainda serão feitos. Uma das coisas mais interessantes é o fato de que o filme abriu espaço para futuros longas dos heróis, como Homem de Ferro 3 que está em produção, e ainda tornar possível mais relações entre heróis. “The Avengers” é um filme concreto, habilidoso e divertido, como um filme sobre heróis deve ser. Atentem para a cena durante os primeiros minutos dos créditos finais, pode ser o anúncio de planos maiores, quem acompanha os quadrinhos sabe do que se trata.

0 comentários:

Postar um comentário